30/05/11

Já...

Perdoei erros imperdoáveis, substitui pessoas insubstituíveis, esqueci pessoas inesquecíveis, decepcionei-me com quem não pensei decepcionar, amei quem nao devia amar, sonhei com quem nao devia sonhar. Ja chorei por quem nao devia chorar, chorei de felicid...ade, chorei à chuva e no banho. Ja chorei a ouvir musica e a ver fotos. Dei risadas sem motivos, dei risadas quando nao devia, dei risadas mesmo quando chorava, dei risadas com vontade de chorar. Ja cometi loucuras por quem nao devia, cometi loucuras que nao podia, cometi loucuras que só eu sei. Ja gritei de felicidade, gritei de raiva, gritei de desespero e até mesmo de satisfação. Ja gritei "AMO-TE" na rua com toda a gente a olhar para mim. Ja fiz amigos infieis, fiz amigos conhecidos, fiz amigos eternos, para toda a vida, fiz amigos insubstituiveis. Ja protegi quem nao devia proteger, protegi o que nao devia proteger, protegi quando nao devia proteger, ja me protegi quando nao devia.. Ja abracei quem nao podia, abracei quem merecia, abracei mais do que uma pessoa ao mesmo tempo. Ja nadei ate mais além, nadei até nao encontrar fim. Ja me queimei por brincar com o fogo! Ja falei com quem nao devia falar, falei com quem estava proibida, falei com quem queria. Ja contei a quem nao devia, quando estava em desespero. Já contei verdade, contei mentira, mesmo nao gostando. Ja menti feio, mas nunca menti demais. Ja confessei, admiti, ja me enterrei. Já confundi sentimentos, confundi palavras. Já andei no caminho errado, caminhei pelo desconhecido. Ja disse disparates, disse asneiras, ja fiz asneiras. Ja fiz juras eternas, ou quase eternas. Já fugi para sempre, e voltei no minuto a seguir. Já corri para nao fazer ninguem chorar. Corri num rumo que nem eu sabia para onde ia. Já ouvi criticas que nao aceitava, ouvi mentiras de mim. Já ouvi elogios que me deixaram sem resposta. Já tive medo do escuro, mesmo estando alguém a meu lado... Já cantei para toda a gente se rir, ja cantei para nao mostrar-me triste. Já bebi para curtir, mas não vale a pena. Já me deitei de madrugada, já me deitei depois de jantar. Já vi amigos partir, já deixei amigos para traz. Já chorei de tristeza numa chamada, mas também já chorei de felicidade ao ler uma simples mensagem. Já tive medo de perder alguém muito especial. Já perdi alguem especial. Já pensei que ia morrer por saudade. Já adormeci e acordei a pensar na mesma pessoa. Já ouvi a verdade desejando que fosse mentira. Quase morri de amor. Já fiquei sozinha numa sala cheia, mas a sentir a falta de uma só. Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que é quase impossivel. Já me apaixonei e pensei que era para sempre :'(

13 comentários:

  1. A MUITO TEMPO QUE NAO VIA UM TEXTO TÃO PERFEITO

    ResponderEliminar
  2. faz-me lembrar um texto do Sr. Augusto Branco :)

    ResponderEliminar
  3. o principio é que parece.. mas está mesmo muito giro :) gostei. http://pensador.uol.com.br/autor/augusto_branco/ vai aqui :)

    ResponderEliminar
  4. ó está normal.
    e adorei isto, perfect !

    ResponderEliminar
  5. pois, faço por isso. e ainda bem que gostas :)

    ResponderEliminar
  6. Obrigada <3
    Também gosto muiiiiiito ^^

    ResponderEliminar